Margarita do Gueto [Receita]

Trago aqui a receita para a Margarita do Gueto, um drink muito refrescante que é um substituto bom, rápido e barato para a margarita tradicional, sem contar a vantagem de disfarçar gosto ruim de tequila vagabunda, algo que a tradicional não faz.

Não me pergunte a razão do nome, “Margarita do Gueto”. Foi um gringo amigo meu que me ensinou e simplesmente falou que se chamava “Ghetto Margarita”. Então, vai ficar assim mesmo.

Pois bem, a principal diferença da Margarita do Gueto pra tradicional é o uso de refrigerante de limão (tipo H2OH!) em vez de Cointreau, que é caro pra baralho, e limão, que enche o saco ficar cortando e espremendo. Além disso, a Margarita do Gueto não precisa de borda de sal no copo pra ficar boa, embora você possa colocar também, se quiser e não tiver pressão alta.

A receita é muito simples: são 3 partes de refrigerante de limão para 1 de tequila. Só isso. Pode adicionar gelo a gosto. Se usar aquele copinho de cachaça para as medidas, o goró dá certinho no copo tradicional de margarita (aquele mesmo que parece coisa de vereador).

Lembre-se que o refrigerante de limão comum pode deixar muito doce e, portanto, enjoativo. Pra ficar no esquema mesmo, tem que ser tipo H2OH!, aquele Sprite Lemon Fresh ou algum outro similar.

Outra coisa, como dito acima, é que a Margarita do Guetto não precisa de tequila boa para ficar boa. Já fiz com lixos como José Cuervo e aquela Souza e ficou perfeitamente bebível. Já essas carniças na margarita tradicional é sinônimo de desperdiçar Cointreau e limão. E, como tequila boa é cara no Brasil (agradeça à carniça do estado), essa receita fica ainda mais atrativa.

Enfim, se você fizer direito, vai perceber que é um excelente quebra galho da margarita tradicional.

Pois é só isso mesmo.

Veja também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *