Resenha do Renato Burger

Outro dia, fui finalmente conhecer o Renato Burger. O legítimo, não o Renato Fine Burguer, X-Tudo ou o Sanduíche do Renato*, mas a atual casa do próprio Renato Soares, o lendário chapista que deu seu nome a um dos mais, senão o mais, icônicos trailers de sanduíches da cidade de Belo Horizonte. Esta aqui, portanto, é a minha resenha sobre o Renato Burger.

De cara, gostei do espaço físico. Relativamente amplo e confortável, não tanto como quando era o Sanduíche do Renato, mas bem melhor que do Fine Burguers e de outros excelentes estabelecimentos como o Komilão Prudente. As mesas e cadeiras são firmes e não ficam bambeando nem são apertadas, tem uma TV boa que dá pra ver jogo (pelo menos, no dia que fui, estava passando), e não tem musiquinha nem outras coisas que só servem pra aporrinhar. Achei um pouco abafado, só. O ventilador parecia potente, mas estava apontado pro balcão, certamente pra aliviar o calor da chapa quente.

Pedi um x-tudo, que é o que eu sempre peço nestas lanchonetes que seguem a escola do Renato (o que inclui o próprio X-Tudo da Contorno) pra comparar com minhas memórias. Demorou um pouco pra sair, mas nada que seja irritante. E é bem servido, como se pode ver na foto abaixo:

Entretanto, o x-tudo não é tão bom como me lembrava, especialmente se comparado ao Sanduíche do Renato, lugar que Soares comandava anteriormente logo quando retornou à Belo Horizonte (agora fechado). Não sei especificar o porquê. Talvez o chapista tava de má vontade, em treinamento, ou mudou os ingredientes… Só sei que não era extremamente saboroso como era sanduba que eu comia com dó, pois a cada mordida eu sabia que estava mais próximo do fim. Tinha alguma coisa meio sem gosto também, acho que era o frango desfiado. Dito isso, não estava ruim de modo algum, só não estava tão bom como lembrava.

Pretendo voltar lá e tirar a prova. Só esperar esse lixo desse carnaval passar, pois estes podrões ficam sempre cheio da ralé que vai invariavelmente infestar esses lugares depois de queimar o filme na folia, enchendo o raio do saco e emporcalhando tudo. É a famosa larica. Depois de encher a cara de catuaba e a boca de linguiça de inúmeras procedências, as foliãs ficam com fome e falam pros cucks que acham que são imunes a DST pra levar elas nestas lanchonetes que servem uns rangos mais pesados e pagar as contas delas.

Mas isto é outro assunto. O preço era o esperado: caro como tudo na região, mas sem ser exorbitante como está no X-Tudo, chegando a diferença de quase 10 pratas de um lugar pra outro. E tudo vem com bisnaga, nada de sachê nojento, o que é coisa de FDP. O atendimento achei tranks também e você pode comer primeiro e pagar depois, ao contrário da frescurada que arrumaram em outros lugares. Enfim, o podrão não estava bom como era antes, mas vou voltar no Renato Burger com certeza, até mesmo pra tirar a dúvida. Se mudar de ideia, eu e complemento aqui, mas, por enquanto, perde em espaço e rango pro Sanduíche do Renato, mas ganha nos molhos e condimentos pelo fato de vir tudo em bisnaga.

*Todas estas casas são ou foram boas, mas todas são forks do trailer original Renato Burger que ficava na Contorno, em frente à Igreja Santo Antônio. A história é interessante, depois eu conto.

Mais informações

Atenção: Esta resenha está sujeita a ficar desatualizada com o tempo, pois nada impede que a qualidade do estabelecimento, produto ou serviço se altere eventualmente. Fique atento à data da publicação e sinta-se livre para complementar ou corrigir o texto nos comentários. O Bolonha agradece desde já!

Komilão Giga Burgers (Komilão Prudente)

O Komilao Giga Burgers (conhecido também como Komilão Prudente) é uma tradicional lanchonete de lanches na chapa, especialmente hambúrgueres, como você poderia imaginar.

Localizado no Bairro Cidade Jardim (Belo Horizonte/MG), o Komilao Giga Burgers conta com uma equipe experiente e atendimento rápido. Os preços já foram melhores, mas ainda estão abaixo da concorrência, pelo menos nesta área que é conhecida por ser careira.

Hambúrguer Especial com Heineken no Komilão

É o sanduíche que o Facínora classificaria como “podrão”, alternativa aos gourmets (tipo o Madero) e os “industrializados” (McDonald’s e Burger King), sendo o tipo preferido dele. Pra completar, ainda tem a verdinha lá agora (vide foto cima), para você não ficar refém de porcarias Ambevianas. Outro diferencial é que tem bisnaga de ketchup, mostarda e molho barbecue (a maionese especial deles já vem no sanduba), e você não tem que ficar mexendo com a nojeira que são os sachês de condimentos que os quadrilheiros da vigilância sanitária impõem a alguns estabelecimentos similares.

Komilão Giga Burgers tem um menu bastante variado, potencialmente agradando muitos tipos de clientes e seus acompanhantes: além dos sanduíches, tem espeto, cachorros-quentes, omelete, macarrão na chapa e até hamburgueres gourmet (novidade). Tem também muitas opções de bebidas, como suco em lata, chá gelado, H2OH e refrigerante lata e em garrafa, além das cervejas.

Ele conta também com dois burguers enormes, o Giga Boi Burguer e o Frangão Giga Burger Especial. Eles são gostosos e servem pra 2 a 3 pessoas, mas não é nem de perto tão monstruoso e carregado como o Dino Croc do Croc’s (Padre Eustáquio).

O Komilão Giga Burgers tem sanduíches enormes para 2 a 3 pessoas, como o Giga Boi Burguer (foto cedida por um fã do Bolonha Club).

Vale notar que o Komilão Giga Burgers não é do mesmo O-KO-MILÃO, aquele da Avenida do Contorno, no Bairro São Lucas, apesar de possuírem cardápio e qualidade similares (embora o Komilão Giga Burgers tenha diferenciado mais os seus lanches ultimamente).

Outra coisa que vale frisar é que ele conta com delivery também.

Pontos positivos:

  • Qualidade muito boa do rango;
  • Atendimento bom e rápido;
  • Opção de cerveja além de chorume da AMBEV: Heineken e Itaipava, pelo menos até o momento;
  • Preço razoável (já foi bem melhor);
  • Conta com delivery;
  • Condimentos em bisnaga, nada de lixo de sachê.

Pontos negativos:

  • Às vezes, fica meio tumultuado o local, que é pequeno, mas como o atendimento é rápido, só agarra quando tem cliente lerdo ou débil mental fazendo pedido.

Aftermath

O Komilão Giga Burgers, junto com O-KO-MILÃO, são as melhores lanchonetes de hambúrgueres de Belo Horizonte, na opinião do Facínora. Todos os pontos positivos citados acima são importantíssimos e desconheço outras que cumprem todos estes quesitos. É claro que depende do seu gosto, mas, se você curte um podrão de qualidade, não quer saber de ficar rasgando sachê nojento e quer beber cerveja criada para seres humanos consumirem ao invés de brahma ou skol, vale a pena o Komilão Giga Burgers.

Saiba mais

  • Komilão Prudente – Site oficial do Komilão Giga Burgers. Para você obter horário de funcionamento, cardápio e mais informações, inclusive atualizadas, pois com o tempo, os dados aqui correm o risco de caducar e não dá pra gente ficar fiscalizando direto o que mudou.
  • Endereço: Av. Prudente de Morais, nº 610, Cidade Jardim – Belo Horizonte / Minas Gerais

Atenção: Esta resenha está sujeita a ficar desatualizada com o tempo, pois nada impede que a qualidade do estabelecimento, produto ou serviço se altere eventualmente. Fique atento à data da publicação e sinta-se livre para complementar ou corrigir o texto nos comentários. O Bolonha agradece desde já!

Madero Steak House BH Shopping

O Bolonha Club foi visitar o recém inaugurado Madero (Madero Steak House) no BH Shopping, pra ver de koé deste papo de “melhor hambúrguer do mundo”.

Embora ambos o Facínora quanto o Bolonha tenham aprovado bastante o lugar, eu (Facínora) dificilmente diria que o hambúrguer seja realmente o melhor do mundo. Entretanto, é muito bom e o estabelecimento é espetacular, daqueles que dá bem estar só de ir.

O Cheese Bacon Madero é, segundo o garçom do Madero do BH Shopping, o que mais tem saído. No detalhe, a margarita. Um preço decente pro drink, em comparação com outros lugares.

Tem como pontos positivos:

  • Cardápio com muitas opções interessantes, daqueles que você nem sabe o que pedir, de tanta coisa que parece boa;
  • Atendimento bom, com pessoal atencioso e amigável;
  • Espaço grande e confortável, sem ser muvucado (embora eu não garanta isso nos dias que o Shopping tenha muito movimento);
  • Preço não é absurdo, considerando o estilo do restaurante e a proposta;
  • Sanduíche saboroso, com hambúrguer de 180 gramas e realmente bom;
  • Conta com ketchup, mostarda e Pimenta em garrafa, nada daquela nojeira maldita de sachê;
  • Serve margaritas.

Pontos negativos:

  • Sanduíche simples demais pra quem espera algo no estilo “podrão”. Entretanto, satisfaz bem, ainda mais com a batatinha pra acompanhar;
  • Não tem Pepsi.

Saiba Mais

  • Madero Steak House – Site oficial do Madero no Brasil, com cardápio, novidades e outras informações.
  • Madero no iBeloHorizonte – Com mais informações também.
  • O Madero, em Belo Horizonte (MG), fica localizado no segundo andar do BH Shopping, na Avenida Nossa Senhora do Carmo (BR-356), 3049, no bairro Belvedere.

Atenção: Esta resenha está sujeita a ficar desatualizada com o tempo, pois nada impede que a qualidade do estabelecimento, produto ou serviço se altere eventualmente. Fique atento à data da publicação e sinta-se livre para complementar ou corrigir o texto nos comentários. O Bolonha agradece desde já!