Tirashi do Hokkaido

Já provei a maior parte do cardápio do Hokkaido, um restaurante japonês de Belo Horizonte (MG), e o prato que mais peço, atualmente, é o Tirashi.

Tradicionalmente, o Tirashizushi é um combinado bastante rústico que leva vários ingredientes e variados tipos de peixe. Vou aproveitar e falar sobre este prato para incrementar a resenha do Hokkaido, que publicamos outro dia, aqui.

Tirashi do Hokkaido. Clique na figura para ampliá-la.
Tirashi do Hokkaido. Clique na foto para ampliá-la.

Cada restaurante o executa de uma maneira específica, porém é muito comum que haja sempre:

  • Sashimi de salmão;
  • Sashimi de peixe branco do dia;
  • Sashimi de atum;
  • Omelete japonesa;
  • Conserva de nabo (takuan);
  • Polvo;
  • Arroz de sushi (mandatório);
  • Gergelim (mandatório);
  • Ovas de peixe (mandatório).

No Hokkaido, o Tirashi apresenta, além dos ingredientes acima, cogumelo Shitake, skin de salmão com molho Teriaki, cebolinha e gengibre ralado. Acompanha a tradicional conserva de gengibre e o Wasabi.

O interessante do Tirashi é que normalmente ele muda, dependendo do dia e dos peixes mais frescos que o restaurante pôde ter acesso. Por exemplo, o peixe branco é o que mais altera, podendo ser Dourado, Linguado, Peixe-Prego, Tilápia, entre outros. Na minha opinião, é melhor com o Peixe-Prego, embora seja incomum. Normalmente, optam pela Tilápia que possui um custo mais baixo para o restaurante. Neste dia, foi a vez do Dourado, que é um peixe muito saboroso e combina bem com o prato.

Outro tirashi do Hokkaido. esta foto ficou melhorzinha. Clique nela para ampliá-la.
Outro tirashi do Hokkaido. Esta foto ficou melhorzinha. Clique nela para ampliá-la.

Outro ingrediente que altera com frequência é o Massago (ovas de capelim, de cor alaranjada), que também pode ser o Tobiko (ovas de peixe-voador, de cor preta). No Hokkaido, ambas são bastante comuns e sempre expostas sobre uma fatia de limão no Tirashi.

Para mim, o maior destaque do Tirashi é o Polvo, elaborado com perfeição pela cozinha do restaurante. Não é borrachudo e apresenta sempre um sabor fresco, o que não é fácil de se encontrar. O arroz também é executado de maneira correta, não sendo muito doce nem apresentando grãos muito duros, demonstrando o correto preparo do Gohan ou do Shari.

Um ingrediente que falta no Tirashi é o Nori (alga japonesa) que, se incluído, tornaria o prato ainda melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *