AVerMedia Game Capture HD II C285 [Placa de captura]

Recentemente, tive em mãos a AVerMedia Game Capture HD II C285, uma placa de captura de vídeo externa da AVerMedia robusta destinada ao público gamer que promete compatibilidade com os principais consoles do mercado, como Xbox 360, Xbox One, PlayStation 3 e 4 e Wii U.

A AVerMedia Game Capture HD II C285 foi o assunto do segundo episódio do Bolonha Gear, nossa série a respeito de equipamentos e bugigangas em geral:

A melhor funcionalidade da placa, na minha opinião, é que ela conta com uma porta USB onde você pode espetar um disco rígido externo ou um SD Card (com adaptador USB, é claro) e um compartimento para você usar um HD de notebook (2,5 polegadas). Isto significa que você não precisa de um computador potente para capturar vídeos com altas resoluções sem perder qualidade, pois ela já grava tudo no dispositivo de armazenamento diretamente e ainda pode enviar direto pro YouTube (tem entrada pra LAN). No site oficial fala que grava com Pen-drive, mas eu não testei e não vou assegurar que funciona.

A outra característica importante é que ela consegue gravar vídeos em até 1080p, podendo usar também resoluções menores: 480i, 480p, 576i, 576p, 720p e 1080i. Ela grava no máximo a 30 frames por segundo, porém, segundo a AVerMedia, vídeos 1080p a 30 fps podem ser exibidos como 1080i @ 60 na sua TV.

Ela grava vídeo componente (YPbPr), o que pode ser o grande diferencial desta placa para as outras da AVerMedia que tem funcionalidades similares. Ou seja, se o seu videogame tiver aquela saída de vídeo que usa um cabo verde, azul, vermelho, a Game Capture HD II consegue capturar o vídeo diretamente, sem necessidade de adaptadores nem nada. A entrada de som é aquela de áudio L/R mas falta a entrada pra vídeo composto.

Apesar de ela funcionar sozinha, você pode ligar um cabo HDMI na saída da placa e assistir o que está sendo gravado na televisão ou no seu monitor, além de visualizar o menu para realizar configurações e tal.

Ela tem outras funcionalidades que eu não pude testar extensivamente, como narração e comentários nos vídeos durante a gravação (a placa tem entrada de microfone e saída pra fone de ouvido), editor de vídeos portátil e integrado que permite cortar as imagens diretamente na TV, gravação em Fast Motion que acelera a própria velocidade através da reprodução, tirar screenshots e gerenciamento de arquivos com o aplicativo GameMate (Android/iOS) que transforma o seu celular numa espécie de controle remoto e monitor da placa.

Como eu disse, eu não pude testar nenhuma destas facilidades acima, mas, baseando na qualidade do que experimentei aqui, creio que deva entregar o que promete. Também, meu pai, que resolveu ficar com a placa e está usando ela atualmente, não reclamou de nada e também conseguiu configurar tudo direitinho.

Capturando vídeos de aparelhos antigos

Apesar de ser destinada ao mercado gamer, a placa pode ser usada para outras finalidades, porém isto é limitado pela proteção HDCP e as entradas. Por exemplo, se você quiser gravar um videogame antigo ou um aparelho de VHS, você vai precisar também de um upscaler, pois ela só grava de HDMI ou de vídeo composto por si só e, ao contrário da minha televisão, a entrada verde não detecta o vídeo do cabo amarelo do AV.

Testei com um conversor AV2HDMI no Mega Drive da Tectoy e funcionou perfeitamente, desconsiderando que a qualidade deste dispositivo não é das melhores e o vídeo não fica lá estas coisas. Fiquei sabendo que existem outros upscalers mais caros que fornecem gráficos melhores ao gravar com a Game Capture HD 2. Ou seja, a placa serve para capturar VHS e consoles antigos, mas não por si só!

Aftermath

Pontos positivos:

  • Placa robusta e consome 0 recursos do PC;
  • Grava vídeo componente diretamente;
  • Funciona tanto com HD externo, como SD card com adaptador USB;
  • Tem loja no Brasil, o que supostamente facilita o suporte;
  • Grava em HD (até 1080p).

Pontos negativos:

  • Preço;
  • Não grava vídeo composto;
  • Excesso de fios;
  • Tem proteção HDCP.

Especificações

  • Interface: HDMI, Componente e Áudio L/R;
  • Conexões Aplicáveis com Consoles: HDMI: Wii U, Xbox 360, Xbox One, PS4 Vídeo;
  • Componente e Áudio L/R: Wii U, Xbox 360, PS3;
  • Entrada de áudio: 3,5mm audio: Microfone (Tensão de funcionamento: 3V);
  • Nota: Atualizar o firmware PS4 (versão 1.7 ou posterior) para gravar gameplay HDMI;
  • Saída de áudio: 3,5mm p/ microfone;
  • Saída de vídeo: HDMI (Pass-thru);
  • Armazenamento: Porta USB para HD externo ou Pen-drive USB2.0 / 3.0. Slot SATA: Discos 2.5 * HD não incluído;
  • Porta de rede: Ethernet LAN (10Base-T/ 100Base-T);
  • Resoluções suportadas: Entrada / Pass through: 480i, 480p, 576i, 576p, 720p, 1080i, 1080p (max: 1080p@60fps);
  • Resoluções de captura: 480i, 480p, 576i, 576p, 720p, 1080i, 1080p (max: 1080p@30fps*) *1080p @ 30 vídeos podem ser exibidos como 1080i @ 60 na sua TV;
  • Formato de codificação: MP4 (Codec: H.264, AAC);
  • Potencia Energia: 12V / 1.5A;
  • App: Sistemas Operacionais iOS 6/7 e Android 4.0+. Dispositivos Compatíveis: iPhone 4/ 4S/ 5, iPod touch 4/ 5 1GB RAM. Conexões: Wi-Fi. Ponto de Acesso Wireless * (AP) * Rede DHCP IP recomendada;
  • Nota: Cabos para consoles não incluídos;
  • Dimensões: 152,5 (P) x 33,5 (A) x 190 (L) mm;
  • Peso: 421g.

Saiba Mais

Resenha do LifeChat LX-3000

Já faz um tempo que eu comprei o LifeChat LX-3000, um headset da Microsoft, afim de melhorar a qualidade dos vídeos narrados do canal da Gaming Room e do Bolonha Club.

Além do preço bom, o equipamento realmente melhorou substancialmente a qualidade da narração dos nossos vídeos, embora eu ainda esteja procurando formas de otimizar ainda mais o seu desempenho.

O vídeo abaixo foi gravado com um celular durante o “unboxing” da encomenda, mas a narração, fazendo o review do LifeChat LX-3000, foi feita com o mesmo. O vídeo tá meio tremido mas é porque deu trabalho tirar ele da embalagem com uma mão e filmar com a outra:

Pontos considerados

  • Comprei pela Kabum e a entrega foi boa e o preço também.
  • Hastes dura, não flexível, mas ajustáveis.
  • Espuma confortável e não é apertado, cabendo bem em qualquer cabeção.
  • Conta com um controle de volume de saída (dos sons do Windows) e para desligar a saída, bem leve.
  • Tem um cabo de uns dois metros de comprimento e entrada é USB. Você pode configurar qual o alto-falante vai ser usado no seu Windows e isso também dá mais opções de onde você vai poder espetar o headset, pois as vezes as entradas e saídas de microfones e alto-falantes são atrás das máquinas, o que não acontece com USB.
  • A qualidade de áudio é boa, considerando o seu preço. Faz diferença demais com headsets genéricos do mercado.
  • A qualidade do Microfone é extraordinária, também considerando o seu preço, mas tem um problema, pois a sua sensibilidade é multidirecional, captando qualquer ruído mesmo que não seja emitido na direção da sua voz.
  • Não é exatamente um microfone gamer, mas é absolutamente adequado tanto para jogar quanto para narrar vídeos.

Se o seu LifeChat LX-3000 tá funcionando bem, mas com um chiado e ruído muito alto no fundo, isto não é normal. Clique aqui e saiba como isto pode ser resolvido!

Especificações

  • Funcionalidade: Headset;
  • Áudio de alta qualidade para chamadas de telefone ou ouvir música;
  • Conectividade digital USB 2.0;
  • Microfone com cancelamento de ruído;
  • Confortáveis almofadas em couro sintético;
  • Microfone: Unidirecional embutido (180°);
  • Otimizado pata Skype;
  • Ideal para chat de voz e vídeo;
  • Controle de volume no fio para dar mais agilidade.

Requisitos em sistema

  • Windows 10, Windows 8, Windows 7, Windows Vista ou Windows XP com Service Pack 2 (SP2), (excluindo o Windows XP 64-bit);
  • Hard Drive: 60 MB de espaço livre;
  • Conectividade: Porta USB 1.1 ou superior (USB 2.0 recomendado);
  • Outros: Intel Pentium ® III 550 MHz (Intel Pentium 4 1.4 GHz recomendado) ou superior.

Review do Samsung J5 2016

Depois de quase quatro anos funcionando com muita fidelidade, o meu Samsung Galaxy S3 finalmente precisou ser trocado e acabei escolhendo o Samsung J5 2016.

Como sou alienado a respeito de parafernália eletrônica, e já estou ficando velho e cheio de manias, recorri à Internet para fazer uma pesquisa a respeito de outros modelos da mesma fabricante (Samsung) e vi falando bem, em algumas fontes, da linha J da Galaxy. O preço, bem menor em relação a linha A e principalmente a linha S, era um bom incentivo.

Entretanto, ele tem pontos negativos:

O aparelho oferece o básico eficientemente, porém, o velho S3 ainda oferecia muitas coisas que o J5 2016 não tem:

O J5 não oferece notificação por luz via Led. Isso é, até agora, a maior deficiência. Tem como contornar isso com aplicativos ou configurando o flash pra exibir notificações, mas é gambiarra e não satisfará, talvez, quem faça questão do Led. Eu nem faço tanta, pois odeio aquele troço piscando, mas é engraçado que o celular tem uma luzinha verde que acende às vezes. Não sei por que a Samsung não a usa mesmo.

A câmera é superior em termos de resolução, porém faltam efeitos excelentes que o S3 tem, que dispensava esses filtros da porcaria do Instagram. Também, não parece gravar áudio tão bem. Tenho que ir a algum show pra testar e ter certeza quanto a isso.

Não tem aquele bagulho de usar impressão digital. Mas não me faz falta, visto que nunca usei. Mas pode ser interessante pra alguns.

Pontos positivos:

O visual do celular é bom, especialmente com esta carcaça de metal que dá, pelo menos uma impressão de resistência. Ele tambéme é fácil de mexer, é estável, tem uma bateria que dura bastante e tem um modo supereconômico (deixa a tela em tons de cinza e libera só alguns apps, mas economiza muito e ainda é bastante funcional). O aparelho também não tem tanta porcariada pré-instalada como no Galaxy S3, parece.

Eu diria que estou parcialmente satisfeito. Na atual situação, onde não estou a poder gastar, foi uma opção decente.

Abaixo, vou deixar uma print do site GSM Arena comparando o meu antigo (S3), meu novo celular (J5 2016) e o modelo antigo do meu novo celular (J5):

Samsung J5 (2016) x Samsung J5 x Samsung S3.
Samsung J5 (2016) x Samsung J5 x Samsung S3. Clique para ampliar.