Sanduíche do Renato [Belo Horizonte/MG]

O Renato Soares, do clássico Renato Burguer, aquele trailer que ficava em frente da Igreja Santo Antônio (Belo Horizonte/MG), voltou, já faz algum tempo, pra Belo Horizonte. Ele montou uma loja num próximo de onde era sua localização original, o Sanduíche do Renato.

Edição 14/05/2018: O Sanduíche do Renato que eventualmente se tornou Villa Burguer parece estar definitivamente fechado. De qualquer maneira, o famoso Renato Soares, quem levou o antigo Renato Burguers à grande fama que tinha, está no novo Renato Burguer, distante apenas a alguns quarteirões distantes.

Note que não é o mesmo lugar que o Renato Fine Burguers, que é outro estabelecimento, embora pareça que o Renato entrou de sócio lá com eles. Não sei dizer se ele largou ou largará o Sanduíche do Renato, mas lá já tem uns chapistas feras que que eu conheço também e, com o Sr. Soares supervisionando, é capaz da qualidade do Fine Burguers melhorar significativamente.*

De qualquer maneira, essa resenha é pro Sanduíche do Renato:

Os pontos positivos são:

  • Qualidade excelente do sanduíche
  • Local agradável e confortável
  • Cerveja não apenas da Ambev, como, por exemplo, a verdinha da foto.

Pontos negativos:

  • Falta catchup e mostarda na bisnaga. Sachê é pênalti. Foda-se a vigilância sanitária ou qualquer outra desculpa do tipo.
  • Estava situado na Av. Contorno com Rua da Bahia, 6664, perto da padaria Excelsior.
  • Renato Burguer – O Renato Soares está comandando uma nova lanchonete na própria Avenida do Contorno. A qualidade é similar.

PS. A foto da capinha deste post foi cedida gentilmente por um fã nosso no Facebook.

Atenção: Esta resenha está sujeita a ficar desatualizada com o tempo, pois nada impede que a qualidade do estabelecimento, produto ou serviço se altere eventualmente. Fique atento à data da publicação e sinta-se livre para complementar ou corrigir o texto nos comentários. O Bolonha agradece desde já!

Resenha da Badger First Call [Bolonha Birita 1]

A First Call é uma cerveja inglesa do tipo English Bitter produzida pela Badger Brewery, Hall and Woodhouse que contém 4% de graduação alcoólica.

Esta cerveja foi a primeira resenha que nós fizemos na nossa série Bolonha Birita:

Ao degustar a First Call, podemos constatar as seguintes características:

  • Começa aguada mas encorpa na medida em que vai bebendo;
  • Aparência: Cor escura, tipo um âmbar escuro ou marrom rubi;
  • Aroma: Ela tem o aroma de lúpulo cítrico e malte torrado, que inclusive dá a cor;
  • Sabor: Promete sabor de malte, laranja e lúpulo condimentado. Este último é, com certeza, evidente.

Vale a pena experimentar, mas talvez o preço, mesmo pra uma cerveja premium e importada em garrafa de 500ml, não faça valer muito a pena pra sair comprando-a direto.

Atenção: Esta resenha está sujeita a ficar desatualizada com o tempo, pois nada impede que a qualidade do estabelecimento, produto ou serviço se altere eventualmente. Fique atento à data da publicação e sinta-se livre para complementar ou corrigir o texto nos comentários. O Bolonha agradece desde já!

Big Eye [Bolonha Birita 3]

No terceiro episódio do nosso Bolonha Birita (que estamos publicando fora de ordem mesmo), apresentamos e fizemos a resenha da deliciosa cerveja da Ballast Point, a Big Eye.

Trata-se de uma IPA americana de alta qualidade que vai deixar as outras com gosto de lixo.

A Big Eye é uma IPA produzida pela Ballast Point Brewing Company, uma cervejaria americana e que se situa no estado da Califórnia. Ela é muito bem avaliada pelos apreciadores de birita.

Na nossa experiência com esta deliciosa cerveja, podemos constatar as seguintes características:

  1. Cor: A Big Eye se apresenta numa cor alaranjada e bem escura, embora não escura como cervejas pretas;
  2. Cheiro: A cerveja tem um aroma cítrico, que lembra um pouco laranja;
  3. Sabor: Tem o sabor forte, desce bem suave mas não é aquela cerveja pesada. Sente bem o gosto do malte e é bem lupulada. Não tem gosto de laranja, apesar do cheiro;
  4. É razoavelmente encorpada, levemente picante;
  5. Preço: Bastante cara, mas vale a pena experimentar.

No geral, é uma excelente representante do estilo.

Atenção: Esta resenha está sujeita a ficar desatualizada com o tempo, pois nada impede que a qualidade do estabelecimento, produto ou serviço se altere eventualmente. Fique atento à data da publicação e sinta-se livre para complementar ou corrigir o texto nos comentários. O Bolonha agradece desde já!