Dicas simples pra preparar comida

Resolvi fazer este post reunindo dicas simples pra preparar comida, coisa prática e rápida mesmo, que variam desde a hora de cozinhar pra melhorar o resultado ou algumas manhas pra facilitar a nossa vida antes, durante ou depois do processo.

Preferi fazer neste esquema agora, ao invés de fazer uma publicação pra cada uma das dicas, o que, embora possa gerar posts mais ricos, acaba parecendo clickbait, com excesso de informação para coisa simples.

Dica 1: Tempere carne de porco com laranja ao invés de limão

Esta dica nós já descrevemos em detalhe aqui, inclusive com vídeo. Ela consiste em substituir o limão pela laranja na hora de temperar carne de porco, quando ela ainda está crua. A carne fica mais macia e parece que o tempero pega melhor nela também. Testamos com churrasco, na chapa e na frigideira e ficou bom em tudo. Pode ser que outros tipos de cozimento fiquem bons também e depois de pronta pode pegar o limão e a cachaça a gosto.

Dica 2: Tirar cheiro de cebola e alho das mãos de modo fácil

Adoro seus belos olhos, digo, cebolas e alhos, mas cortar estes vegetais geralmente deixa um cheiro de sovaqueira de pedreiro na mão que não sai fácil… A não ser que você esfregue sua mão em algo de alumínio. Jogue um pouco de sabão ou detergente junto e GG, a catinga sai feito mágica. Edit: ouvi falar que aço inox serve também, e testei em torneira cromada e deu de boa.

Já vi até uma espécie de sabonete de alumínio especialmente criado pra isso, mas serve até na torneira, se for deste metal. Só não vai esfregar a mão na faca ou no garfo pra não se cortar aí pra depois ficar reclamando na minha orelha.

Dica 3: Facilitando o processo de descascar alho

Esta é ótima: pegue dois copos de algum material mais duro, tipo vidro ou metal, e coloque os dentes de alho separados com casca em um dos copos, fechando-o com a boca do outro. Não precisa vedar nem colar, basta segurar os dois copos arranjados desta forma ao mesmo tempo de forma a ficarem firmes na mão e sacudir como se fosse um chocalho. Talvez, nem todos os alhos fiquem descascados nas primeiras batidas, mas já agiliza bastante deixando muito menos pra você fazer na unha.

Dica 4: Carne de sol na geladeira

Temos um vídeo na agulha mostrando como se faz uma carne com sabor e textura muito parecidas com carne de sol, também chamada de carne serenada ou carne seca, na agulha, mas o processo é muito simples: de posse de uma quantidade qualquer de carne de boi previamente fatiada ou em cubos, basta temperá-la com sal (apenas sal, grosso ou refinado) normalmente, como você faria em um churrasco ou para fritar um bife, e deixar na geladeira em um recipiente fechado (tipo Tupperware) por uns 3 dias ou mais. Já testamos para fritar, grelhar e fazer na brasa e fica de boassa, além de ser um jeito de conservar a carne mais tempo do que o normal.

Dica 5: Reaproveitar pão duro para fazer misto quente

Esta técnica também já foi exposta com detalhes neste post, mas, basicamente, consiste em pegar pão duro e umedecer com água, deixar uns 30 ou 40 segundos no micro-ondas até amolecer, e daí rechear a gosto e colocar na misteira. O sanduíche vai ficar maleável o bastante para virar um misto sem esfarelar e o sabor vai ficar satisfatoriamente bom.

Por enquanto, é só isso. O post vai sendo atualizado na medida em que eu for lembrando ou reunindo mais dicas até inteirar 10. Daí, começaremos outro post similar com o mesmo assunto.

Dica 6: Água para ajudar no mexido

Um mexidão é bom demais, mas nem sempre a gente tem dinheiro pra comer na rua e, além do mais, aproveitar as sobras é uma bela forma de economizar dinheiro e evitar desperdício. Entretanto, um dos problemas de fazer mexido em casa é que costuma agarrar no fundo da panela. Pra evitar isso, basta colocar um pouco d’água na panela ou frigideira, sem exagerar pra não virar sopa, tentando calcular a quantidade suficiente para você esquentar o rango todo quando a água já tiver evaporado. Ou seja, deixe apurar que, enquanto isso, a comida ainda se esquenta toda por igual. Bom, pelo menos eu só faço assim agora e fica bonzaço. Tem uma galera que enche de óleo ou azeite pra evitar agarrar, mas acho enjoativo e coisa de manja rola.

Dica 7: Tirar acidez de molho de tomate

Usar açúcar é uma dica manjada para deixar molho de tomate menos azedo, embora eu só tenha ficado sabendo depois de velho, mas você sabia que também dá pra utilizar leite ou catchup, ou uma combinação dos três, para isto? Pois é. Particularmente, gosto de combinar açúcar com leite, vou colocando aos poucos no molho até chegar num nível de acidez que eu gosto.

Dica 8: Acelerar o braseiro na churrasqueira

Esta manha também é conhecida, mas muito amador não conhece: depois que o carvão já estiver aceso, mas o fogo ainda fraco, coloque alguma peça de frango ou de porco que tenha gordura (tipo asinha ou linguiça) pra assar. Vai começar a pingar gordura, o que é combustível, em cima do carvão. Isto vai acelerar o processo de formar brasa e esquentar a churrasqueira mais rápido, sem precisar de dar uma de tapado e colocar mais óleo, o que vai criar uma fumaceira nojenta danada, ou álcool, algo extremamente perigoso de jogar em cima de fogo. Não use carne de boi para fazer isto, pois ela resseca e fica intragável se ficar muito tempo no fogo.

O vídeo abaixo, além de ensinar a acender a churrasqueira com óleo, também ilustra como a dica acima funciona:

Costela de boi fácil na brasa

Noutro final de semana, um amigo preparou uma costela de boi na brasa pra gente que resolvi filmar e aprender como se faz. Embora leve tempo, é bem fácil de fazer, não contendo nenhum passo muito complicado. Além disto, é uma opção leve pro bolso, pois costela de boi é um corte geralmente barato.

A costela de boi fácil na brasa foi também o que mostramos no quinto episódio do Bolonha Gourmet, nossa série a respeito de rango em geral:

Primeiro, deixe a costela marinando de um dia pro outro (umas 12 horas) num tempero que mistura vinho branco, cerveja, sal, orégano, chimichurri, vinagre e pimenta do reino. Tipo, pegue um recipiente qualquer que caiba a carne (de preferência) e misture os troços todos e deixe a carne mergulhada lá. Eu não tenho as medidas certas dos ingredientes, pois foi tudo no olhômetro, mas tomaria bastante cuidado com sal (gosto de salgar pra menos, por via das dúvidas) e especialmente com pimenta-do-reino, algo que deixa enjoativo pra caralho.

Depois, embale a carne no papel alumínio e coloque este pacote no fogo com a parte gordurosa pra baixo, a que tem mais carne. Pode deixar ela lá e esquecer por umas 5 horas. Quando ela estiver cozida, tire o papel alumínio e termine de assar na churrasqueira, começando com a parte do osso de cara pro fogo, mas virando sempre que julgar necessário pra assar uniformemente.

Depois, é só cortar e comer. Como não é uma costela de porco como aquelas do Outback, não acho que combina com molho barbecue, mas certamente uma pimentinha, um vinagrete e uma farofinha acompanham bem.

Pra beber, foi cerveja mesmo, mas eu fiquei mais no Jim Bean, o bourbon que experimentamos no dia anterior, quando a costela ainda tava pegando tempero e fiz uma resenha junto com o Bologna, de bobeira:

Observações

O papel alumínio agarra pra caramba na carne e no osso. É a única parte chata desta receita. Estou pensando em colocar uma cebola fatiada em rodelas na parte gordurosa da costela, a que fica mais tempo de cara pro fogo, pra ver se deixa mais solto. E cebola é sempre bom, até mesmo pra compensar essa soja aí que você come e que te faz andar rebolando.

Outra coisa que posso dizer é que certamente esta costela deve ficar muito boa se temperada com alho também. Testa aí e fala pra nós se deu certo.

Conserva de Pepino do Bologna

Aprenda a fazer a interessante Conserva de Pepino do Bologna, algo que serve tanto como entrada como acompanhamento, é fácil de fazer e é relativamente leve.

O Bologna que inventou esta conserva muito gostosa e estamos compartilhando aqui pra você. Como disse, a Conserva de Pepino do Bologna é tranquila de fazer, mas observe que ela precisa de curtir 3 dias antes de ficar no ponto pra comer, portanto, você deve se programar pra deixar ela pronta: não dá pra fazer pra comer na hora.

Ingredientes

  • 1 pepino;
  • 20 tiras pequenas de limão siciliano com casca.
  • 30 ml whisky escocês.
  • 1 colher de mel.
  • 1 pitada de sal.
  • um pouco de noz moscada.
  • 1 pimenta dedo de moça com pouca semente.
  • 2 cebolinhas.

Modo de fazer

Fatie o pepino, misture tudo em um recipiente adequado e deixe curtir 1 dia fora da geladeira e, depois, 2 dias na geladeira. Convém deixar tampado tanto pra não dar bicho fora da geladeira quanto para não pegar ou dar cheiro dentro.

Tá pronto!

Acompanhamentos

Ainda vou ter que experimentar pra ter certeza, mas desconfio que dá pra combinar esta conserva com carne de porco. Se você quiser testar, use a nossa dica abaixo e nos diga: